O marketing como é entendido hoje, na chamada Era Pós-Digital, é uma área administrativa totalmente mensurável. Tudo que é feito online pode ser medido, comprovado e calculado com base no retorno que cada iniciativa proporciona.

Os indicadores utilizados para analisar os dados, as informações e métricas utilizados no Marketing Digital são conhecidos como KPI’s – Key Performance Indicators ou Indicadores Chave de Performance em português. Algumas traduções também utilizam o termo Desempenho no lugar de Performance, mas o mais popular é usar o termo Performance, que existe no dicionário em português.

O que são KPI’s

Com a função de avaliar as etapas das estratégias de marketing, os Indicadores de Performance ajudam a entender o que está funcionando e o que precisa ser melhorado. A metodologia é fundamental para analisar todos os resultados de maneira qualitativa.

Os KPI’s são os indicadores que auxiliam na mensuração das inciativas de Marketing Digital: número de visitas, número de páginas por visita, quantidade de visitantes que retornam ao site, quantidade de assinantes do site, quantidade de leads gerados pelo site, entre dezenas de outros indicadores possíveis.

Atrair mais visitas para um site não gera, necessariamente, mais negócios para uma empresa. Os indicadores são os números que ajudarão a analisar o ROI – Return Over Investment, ou Retorno Sobre o Investimento em marketing.

A pirâmide de KPI’s ajuda a classificar os indicadores em três grupos-chave: Indicadores de Uso (para a equipe de Analistas), Indicadores Sedundários ou Gerenciais (para a Gerência) e Indicadores Primários (para a Diretoria ou tomadores de decisão), este último o mais relevante para o dono da empresa ou para a Diretoria de Marketing.

Entenda neste infográfico que preparamos a importância dos KPI’s para o seu negócio:

KPI's - Key Performance Indicators | Indicadores Chave de Desempenho

 

Quero aprender a vender mais com conteúdo!

Indicadores burros geram decisões equivocadas

Indicadores que não funcionam da maneira que deveriam geram decisões inúteis (ou mesmo contrárias aos objetivos esperados). É muito fácil se equivocar devido aos números e não enxergar a verdadeira realidade. Reavalie o processo!

O que não foi levado em consideração é que os livros adicionais por si só não atraem mais pessoas para a biblioteca. Nesse caso, criar uma campanha de incentivo à leitura que tragam algum benefício ou esteja ligado a outra tarefa seria mais indicado. Como em qualquer outra situação, são feitos investimentos de tempo, dinheiro e foco na estratégia, porém, os resultados esperados não são atingidos.

Quais as falhas?

Nem sempre os indicadores de performance são usados de forma eficaz e é comum que muitas empresas pensem apenas nos números e não descubram soluções exatas para determinados problemas. Pense nos indicadores de forma ampla e personalizada para o seu negócio, para que os resultados reais não fiquem perdidos.

Como criar indicadores inteligentes?

Criar indicadores inteligentes é aumentar a visão do negócio e pensar unicamente em todas as partes envolvidas. Só assim é possível colher os resultados desejados e aprimorar as estratégias de marketing.

  1. Falhas -> Reclamações -> Desperdícios

Observe e controle todos os pontos de contatos para evitar desperdícios de tempo e dinheiro. Reclamações de clientes surgem por falha em alguma etapa. É preciso descobrir onde elas ocorrem e criar soluções para evitar que voltem a desperdiçar.

  1. Investimento certo

Enquanto que indicadores “burros” podem trazer prejuízos, os “inteligentes” revelam onde suas estratégias de marketing realmente estão dando certo. Esse tipo de informação é essencial para abrir caminhos e gerar novas ideias.

  1. Foque nas pessoas

Clientes, funcionários, a comunidade e todo o pessoal envolvido para que o trabalho funcione são a verdadeira razão do negócio. Pensar nas necessidades do público interno e externo é fundamental para encontrar soluções que cheguem a resultados reais.

  1. Geração de valor

A implantação de indicadores inteligentes também deve ocorrer com o propósito de gerar valor ao cliente e não simplesmente reduzir custos ou aumentar lucros. Uma coisa é proporcional a outra e, na medida que o cliente é valorizado, os resultados aparecem.

  1. Pontos fracos

Usando indicadores de performance, pode-se focar nos pontos fracos da empresa e buscar soluções para melhorá-los. São esses pontos fracos que colocam barreiras no crescimento e impedem um desenvolvimento completo e efetivo do negócio.

  1. Faça adaptações e melhorias. Sempre!

Se os resultados obtidos não eram o esperado, é porque algo deu errado no processo de implantação das estratégias. Com bons indicadores de performance, é possível acompanhar o processo desde o começo, buscando possíveis falhas e encontrar soluções para elas.

  1. Números mascarados

As vezes, quando os resultados são positivos, é comum que a organização comemore e ignore as etapas das estratégias do marketing. Bons números não significam que não houve falhas e nem que tudo está perfeito. A verdadeira comemoração deve ocorrer depois de uma análise real do que levou aos números e o que ficou para trás.

  1. Novas estratégias

Incentivar a formulação de novas ideias através dos dados obtidos é a chave para alcançar o sucesso desejado. A criatividade pode contribuir muito na solução simples de problemas que pareciam complicados.